PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Histórias do Mar

O novo super iate do novo homem mais rico do Brasil

Jorge de Souza

11/12/2020 04h00

Com a morte do banqueiro Joseph Safra, na manhã de quinta (10), aos 82 anos, o empresário Jorge Paulo Lemann assumirá, de acordo com levantamentos periódicos da revista Forbes, o posto de homem mais rico do Brasil, com uma fortuna estimada em cerca de R$ 105 bilhões.

Mas este não foi o único motivo pelo qual o empresário carioca, de 81 anos, dono, junto os sócios Marcel Telles e Beto Sicupira, da maior cervejaria do mundo, a AB InBev, e de marcas como Burguer King, Tim Hortons e Heinz, voltou, uma vez mais, aos holofotes da economia mundial – onde, por sinal, está entre os 100 homem mais rico do mundo, também segundo a Forbes.

No mês passado, o novo super iate comprado pelo empresário brasileiro chamou a atenção até na Europa, onde barcos gigantescos particulares não são nada raros.

O dobro do maior do Brasil

O novo iate de Lemann, que hoje vive na Suíça, chama-se Anawa, usa bandeira das Ilhas Bermudas e tem nada menos que 62 metros de comprimento – 20 a mais que o atual maior iate particular do Brasil, o Raffaella II, que foi construído aqui mesmo no país – clique aqui para conhecer três iates de brasileiros famosos que estão entre os maiores do país.

O super barco foi lançado ao mar em julho, no estaleiro holandês Damen, onde foi construído, e é o primeiro exemplar de uma nova série de iates "exploratórios" Seaxplorer, construídos para "desbravar os mares", segundo o site da empresa – daí a sua aparência um tanto incomum para um iate, lembrando mais um pequeno navio.

Varandas e heliponto

O estilo do barco, apto a longas travessias e acesso a lugares remotos, combina, no entanto, com o perfil sempre ativo do empresário carioca, um apaixonado por esportes, que chegou a ser tenista profissional no passado, e adora mergulhar.

Segundo o site especializado superyachtfan, que também exibiu algumas fotos do interior do barco, só para mantê-lo custará mais que o equivalente a cerca R$ 30 milhões por ano.

Primeira viagem

Logo após os seus primeiros testes práticos no mar, entre julho e outubro, o iate partiu da Holanda e cruzou o Oceano Atlântico rumo ao Caribe, no mês passado, quando foi flagrado pela imprensa especializada e identificado como sendo do empresário brasileiro.

Neste momento, de acordo com o site de rastreamento de embarcações vesselfinder.com, o novíssimo barco, que está fazendo sua primeira viagem, navega na direção do porto de Georgetown, na Guiana, depois de ter feito uma escala na ilha caribenha de St. Thomas.

Virá para o Brasil?

Ainda não se sabe em qual local o novo iate de Lemann ficará baseado, pelo menos durante esta temporada de fim de ano, para uso do empresário, mas sua rota sugere que, se não for em algum lugar do próprio Caribe, poderá se no Brasil, já que ele navega na direção do país.

O investidor Jorge Paulo Lemann

Estima-se que o barco do novo homem mais rico do Brasil, um ultra bem-sucedido empresário que sempre acreditou que "sonhar grande dá o mesmo trabalho que sonhar pequeno", tenha custado cerca R$ 500 milhões – uma gigantesca fortuna, mas, ainda assim, apenas 0,5% do patrimônio estimado do brasileiro.

Sobre o autor

Jorge de Souza é jornalista há quase 40 anos. Ex-editor da revista “Náutica” e criador, entre outras, das revistas “Caminhos da Terra”, “Viagem e Turismo” e “Viaje Mais”. Autor dos livros “O Mundo É Um Barato” e “100 Lugares que Você Precisa Visitar Antes de Dizer que Conhece o Brasil”. Criou o site www.historiasdomar.com, que publica novas histórias náuticas verídicas todos os dias, fruto de intensas pesquisas -- que deram origem a seu terceiro livro, também chamado "Histórias do Mar - 200 casos verídicos de façanhas, dramas, aventuras e odisseias nos oceanos", lançado em abril de 2019.

Sobre o blog

Façanhas, aventuras, dramas e odisseias nos rios, lagos, mares e oceanos do planeta, em todos os tempos.