menu
Topo
Histórias do Mar

Histórias do Mar

Categorias

Histórico

Pago para curtir iates: inscrição para o melhor trabalho do país termina já

Jorge de Souza

05/09/2018 12h24

Foto: Shutterstock

Termina neste domingo, dia 9, o prazo de inscrição para um trabalho que, a rigor, nem deveria ser chamado assim. Tudo o que o escolhido terá que fazer para ganhar R$ 5.000 durante 15 dias será visitar e conhecer alguns dos maiores barcos e iates produzidos no Brasil, além de, depois, passar um dia no mar com um deles, levando, se quiser, um acompanhante.

A promoção, batizada de O Melhor Job ("Emprego", em inglês) do Brasil, foi criada pelos organizadores do salão naútico São Paulo Boat Show, que acontecerá na capital paulista no final deste mês, e incluirá o vencedor na própria equipe organizadora do evento durante duas semanas com a única missão de visitar e postar nas redes sociais os principais barcos expostos no salão. Depois, o vencedor ainda terá direito a passar um dia passeando com um deles no mar.

Para se inscrever é preciso gravar um vídeo, de no máximo um minuto, que pode ser feito com o próprio celular, dizendo por que o candidato se considera o mais indicado para a vaga, e enviá-lo ao Instagram @revistanautica ou marcado com a hashtag #melhorjobdobrasil, até o próximo domingo.

Não é preciso ter experiência com barcos, nem saber pilotá-los – apenas ter mais de 18 anos e disponibilidade para "trabalhar" entre os dias 22 deste mês e 7 de outubro.

O autor do vídeo mais original será o escolhido. O resultado sairá logo em seguida, na próxima segunda-feira, pelas redes sociais da Boat Show Eventos, empresa responsável pelo salão náutico de São Paulo e que teve a ideia de incluir um admirador (ou admiradora) do mundo náutico na sua equipe e ainda pagar por isso – senão o melhor trabalho do país, como o título da promoção afirma, com certeza um dos mais fáceis e agradáveis.

A promoção foi baseada em outra, chamada O Melhor Trabalho do Mundo (que, em 2009, colocou o inglês Ben Southall como guardião de uma paradisíaca ilha na Grande Barreira de Corais da Austrália), que, por sua vez, foi inspirada em um caso real: o do neozelandês Tom Neale, que, entre as décadas de 1960 e 1970, viveu sozinho e isolado num lindo atol das Ilhas Cook e se transformou em dos mais famosos e invejados ermitões do planeta, gerando uma extraordinária história que pode ser conferida clicando aqui.

A promoção não levará ninguém para uma ilha deserta, como a de Tom Neale. Mas permitirá conhecer alguns grandes barcos que podem levar até uma delas.

Sobre o autor

Jorge de Souza é jornalista há quase 40 anos, ex-editor da revista “Náutica”, criador, entre outras, das revistas “Caminhos da Terra”, “Viagem e Turismo” e “Viaje Mais”, e autor dos livros “O Mundo É Um Barato” e “100 Lugares que Você Precisa Visitar Antes de Dizer que Conhece o Brasil”. Recentemente, lançou o site www.historiasdomar.com, que publica novas histórias náuticas verídicas todos os dias, fruto de intensas pesquisas.

Sobre o blog

Façanhas, aventuras, dramas e odisseias nos rios, lagos, mares e oceanos do planeta, em todos os tempos.